Publicado em artigo

O que é um ministro do evangelho?

Tendo em vista a importância de se compreender todas as terminologias do mundo cristão se dá a necessidade de compreendermos os conceitos de cada um destes termos. Tal como é fundamental o entendimento quanto ao exercício da função, também se torna necessário saber tais definições.

Mas o que é um ministro do evangelho? 

A definição grega da palavra “ministro” no novo testamento é “serviço”. 

Ministro do evangelho  é um título dado a um líder espiritual que trabalha para atender as necessidades espirituais dos seus fiéis.

O ministro pode ser conhecido com o uso de outras terminologias, tais como pastor, reverendo, bispo, diácono, presbítero, missionário, obreiro entre outros.  Tais termos são utilizados de acordo com o ministério o qual a pessoa pertence (Assembleia de Deus, Congregação Cristã, Presbiteriana, etc.), mas a função diz respeito ao mesmo conceito, todavia em algumas denominações se utiliza a terminologia de acordo com o reconhecimento dada a cada função. 

O ministério assim faz,  para atender uma hierarquia de acordo com  a posição ocupada por cada membro.

Cada igreja evangélica tem uma hierarquia.

Para que serve a hierarquia?

Para organização da igreja, manter a ordem, auxiliar os membros da igreja e definir  funções. Vale lembrar que a hierarquia no meio evangélico  não tem como objetivo expressar valor no indivíduo ou considerar uns mais importantes do que outros. 

Mas Jesus, chamando-os a si, disse-lhes: Sabeis que os que julgam ser príncipes dos gentios, deles se assenhoreou, e os seus grandes usam de autoridade sobre eles;

Mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso serviçal;

E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.

Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. Marcos 10:42-45

Assim, na Igreja, Deus estabeleceu alguns primeiramente apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro, mestres; em seguida, os que realizam milagres, os que têm dons de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas. Acaso são todos apóstolos? São todos profetas? Ou são todos mestres? Todos têm o dom de realizar milagres? 1 Coríntios 12

O que faz um ministro do evangelho?

O ministro deve  estar disposto a doar-se aos propósitos que Deus tem com ele aqui na terra, deve haver prontidão de sua parte em servir ao Senhor com seu tempo, recursos, habilidades e estar disposto a abrir mão de coisas e atitudes que podem prejudicar o seu chamado. 

Independente da posição ocupada o membro que oferece  um  serviço a sua denominação deve ter tais procedimentos:

  • Administrar bem sua casa e manter uma boa relação familiar.1ºTM 3:12-13 
  • Ser marido de uma mulher. 1º ™ 3:12
  • Estudo contínuo da palavra. 2 ™   2:15 
  • Procurar ser cheio do espírito santo. Ef 5:18 
  • Estar apto para ministrar a palavra.2 ™ :15 
  • Manter a comunhão com Deus. Ap. 21:3 e 1 Coríntios 1: 9 
  • Ter uma relação interpessoal saudável  quer seja no pessoal, profissional ou familiar.2 ™ 3:17
  • Evitar comentários indevidos. II ™ 2:16

Veja:

Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;

Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.

Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.

Mateus 5:14-16

O ministro de Deus deve ser capacitado pelo ministério que  se propôs criar vínculo para exercer sua função com base nos fundamentos cristãos. 

Todavia, independente da nomenclatura, que você recebeu saiba que todos nós recebemos de Deus a tarefa de cumprir seus mandamentos e exercer o  que ele nos ordenou.

 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15

Autor:

Olá, Meu nome é Ellen Regina, sou pedagoga, cristã e moro em Brasília